ACHEGAS PARA A FORMAÇÃO DE FREIRES E POSTULANTES DA MSM

Image
Um membro da MSM – Militia Sanctæ Mariæ - cavaleiros de Santa Maria – é um leigo que, livre e responsavelmente, no século XXI e não noutro tempo nem cultura, aderiu de alma, coração e corpo, a uma companhia regular e militante, católica, apostólica e romana. É um cristão profundamente vinculado à Santa Mãe de Deus, seguindo os ensinamentos de S. Luís Maria Grignion de Montfort. Fiel, sem reservas, ao Santo Padre e ao Magistério da Igreja e à autêntica Tradição. É um militante dos direitos de Deus e dos homens. Um combatente por estes direitos, seguindo e segundo o Código de Honra cavaleiresco. Basta ler, com cuidado, o Prólogo da Regra, directório espiritual deixado pelo seu Fundador, Dom Gérard Lafond, OSB. Daí a importância fundamental do conhecimento profunda da Regra da MSM. O seu grande objectivo é a sua santificação, “alargando cá em baixo as fronteiras do Reino de Deus”. É um Homem/Mulher em saída de si próprio, do seu egoísmo e do seu comodismo, como nos quer o Papa Francisco («A Igreja “em saída” é uma Igreja com as portas abertas. Sair em direcção aos outros para chegar às periferias humanas não significa correr pelo mundo sem direcção nem sentido», Papa Francisco, in “Evangelii Gaudium”, nº 46). Sair, mas com rumo. Com objectivos.Com formação.
Um membro da MSM, em qualquer estado de pertença, não é nem pode ser um saudosista de um passado que não regressa nem era imaculado como alguns imaginam. A pertença à MSM acarreta o respeito do Passado, da verdadeira Tradição que não é imobilista. E o respeito e o conhecimento do Passado, no Hoje, deve projectar-nos para o Futuro.
Também não é um puro intelectual, que se preocupa só com a acumulação de saberes, por mais importantes e interessantes que possam ser, para sua auto-satisfação. O Saber é para preparar cada um para o serviço da Verdade, do Bem e do que é Belo, com particular ênfase dos mais frágeis.
Um membro da MSM sabe, tem de saber, que é um militante. Que tem de saber manejar as armas indispensáveis a um combatente deste século para que, no respeito absoluto do outro, na sua diferença, possa promover a sua Fé, defendê-la, propô-la de forma integral.
Para atingir um tal desiderato, um membro da MSM, sobretudo dos que pretendem ser Postulantes, dos Freires de Armas, Escudeiros-Donatos e Cavaleiros e das Irmãs tem de ter e cumprir um programa de estudos. Não para criar uma Academia de sábios! Mas ter uma necessidade de formação constante, séria e actualizada, sempre com a preocupação da fidelidade total à Igreja.
Alguns domínios são particularmente importantes e devem ser objecto de solicitude do Mestre de Estudos. Indicam-se algumas dessas áreas, sem com tal elenco excluir outras que se revelem particularmente oportunas em determinado contexto.
O plano de formação pode ser consultado aqui...

Quem somos?

A Militia Sanctae Mariae fundada em 1945, erecta canonicamente na Catedral de Chartres (França) na cripta de Nossa Senhora de Sob-Terra e noutras dioceses, nomeadamente em Braga (Portugal), por decreto de D. Francisco Maria da Silva.
A Militia Sanctae Mariae, Companhia Regular e Militante dos Cavaleiros de Santa Maria, é uma associação católica de fieís. Ler mais...

Photo Gallery

more

Cantinho da oração